segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Sayonara, Nihon!

Well folks, é hora de dar tchau. Há quase 3 anos atrás comecei este blog para contar o dia a dia, as trapalhadas para os familiares e amigos, mas aos poucos o blog se tornou um hobby delicioso e eu fui conhecendo outros blogs, outras pessoas, este mundo da internet é loooooouco. E de repente as pessoas olhavam para mim e sempre comentavam tal post é isso, é aquilo, escreve mais tá divertido e lálá. Pessoas que eu não conhecia aqui ou no Japão me perguntaram: "Ah você que é a Luria do blog?", achei engraçado porque as vezes eu escrevia achando que ninguém ia ler e de repente você cruza com alguém ao vivo e a cores ai começa o papo blog por horas heheh.

Bom, dia 6 completei dois meses de Brasil sil sil e posso dizer que estou M E G A feliz de ter voltado, já me entupi de suco de maracujá e laranja, já comi quilos de manga e pizza. E o que me deixa feliz é de ter decidido sem arrependimento de deixar o Japão. Valeu a experiência, valeu cada segundo viver nesta ilha onde as coisas funcionam e que a cada dia nos traz uma novidade e que quanto mais esquisita melhor ainda! Agradeço a todos os amigos que conheci, os lugares e a todos os japoneses que convivi durante os 2 anos e 10 meses. Conhecida como a "japonesa do paraguai" aqui no Brasil eu fui até o Japão sem criar nenhuma expectativa, sem conhecer a língua japonesa além de ser muito sem noção aos poucos fui adorando tudo o que conheci e quando eu sai do Brasil algumas pessoas me falaram, um dia você vai sentir a hora de voltar e foi isso mesmo o que aconteceu, há alguns meses já estava morrendo de saudades daqui, e quando surgiu a oportunidade para o Diogo, falei na hora:"Vamos voltar!".

Quase matei meus pais do coração e falei que tínhamos uma surpresa eles gritaram:"Você está grávida? EEEEEEEE". - Calma gente to gorda mas não tem nada dentro ahahahah, estamos voltando. E foi assim em setembro deu a louca, compramos as passagens, Diogo foi embora primeiro porque ia começar a trabalhar, eu me desliguei do trampo e em outubro mamãe chegou para passear, e lá fomos nós aproveitar o meu último mês de Japão.

Entre um passeio e outro fui me desfazendo das coisas e empacotando as coisas, enviei umas caixas de navio e o resto fui anunciando na internet para não ter que pagar para o lixão. E quando faltavam 15 dias para a partida já estava sem geladeira, sem máquina de lavar roupa etc. E faltando 4 dias o apartamento parecia não ter fim de tanta bugiganga, quando finalmente consegui me livrar de tudo e entreguei as chaves. Depois fiquei 3 dias na casa das meninas Ce e Me, e ai já estava aliviada e enquanto isso para passar o tempo fui terminando as minhas aulas de pão, até o penúltimo dia ainda estava indo para a escola.

Bom agora as expectativas são outras, a era Japão da minha vida já se foi, e estou ansiosa novamente para mudar para o nosso canto talvez em fevereiro, eu comecei a trabalhar no início de dezembro, depois tudo virou uma correria só, as coisas estão pintando em uma velocidade absurda(que bom-adOOUUUro)!!! Por isso mil desculpas por este post tão demorado(a verdade é que estou re-escrevendo).

E para encerrar, eu gostaria muito de agradecer a todos vocês que acompanharam a nossa jornada, nestes quase 3 anos, a cada post eu ficava empolgada e feliz de ler os comentários, ver os acessos aumentando, eu aprendi muito com todos vocês e com todos os outros blogs que fomos encontrando ao longo do percurso.

Eu estava esperando (EU) terminar o layout de um novo para colocar o novo endereço e tal, mas estes dias estava pensando e voltei atrás com outra idéia, então deixo aqui o novo endereço - http://luriaediogo.blogspot.com/ mas ainda faltam muitos penduricalhos-tudo, vamos ver se consigo voltar a vida de blogueira!!

Um abraço forte a todos! Nos vemos no outro blog!
Luria.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Nikko

E aimmmmm pessoal! Quanto tempo não é messsssmo? Bom vou ser sincera e este será o penúltimo post do blog, gostaria de postar inúmeras coisas e afins massssss a verdade que todos os dias eu penso em postar algo e vai dando uma tristeza porque o blog vai ter o THE END. Então escolhi um dos últimos passeios que fiz com mami, que foi para a Província de Tochigi na cidade de Nikko. Como Nikko fica um pouco distante de Tóquio decidimos fechar um pacotinho de busão com a mesma empresa que visitamos o Fujisan e Hakone.
No Toshugu como é conhecido há templos budistas e shintoístas, um parque super bonito, com árvores gigantescas!

Construído em 1650 e reconstrído em 1818 com 36 metros de altura: Five Storied Pagoda.

Uma das 3 esculturas mais famosas de Nikko:

Os elefantes "Imaginários" como são conhecidos, pois o artesão que esculpiu os elefantes nunca tinha visto um elefante até então, por isso que algumas parte como as orelhas são bem diferentes de um elefante real.

E estes macaquinhos, símbolo de Nikko com o famoso ditado:"Não escuto, não falo e não enxergo maldade."


O que mais me impressionou em Nikko foi a riqueza dos detalhes em cada parte da arquitetura, muitos detalhes pintados a ouro.




Pertinho dos templos tem um outro parque do outro lado, seguindo o conselho da guia, fomos conferir...

Algumas folhas já estavam vermelhas aliás na época do outono é alta temporada em Nikko, portanto não preciso nem dizer que estava bombando de gente....

Eu achei incrível este trecho do parque onde a água simplesmente brotava da terra sem parar, show!


Um laguinho básico com as carpas...

E o doce mais comum lá de Nikko os bolos Castela ou pão de ló feito com pedaços de ouro nos sabores chocolate ou morango:

Depois saimos de lá e fomos ver uma cachoeira chamada Kirifuri, na verdade no passeio constava que íamos ver o famosa cachoeira Kegon mas devido ao trânsito a guia resolveu escolher uma cachoeira alternativa.

A vista era linda mas não podíamos descer até lá embaixo, e o jogo de cores das árvores estava um espetáculo a parte hehehe.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Se você acha que está na moda... Parte 19

Era fila para desfile de moda? Nãããããããão! Era fila para entrar no parque de diversão! Imagina se molha a meia do ballet e esse sapatinho no SPLASHHHHHH, vishhhh.....



quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Miyajima

Miyajima ou Ilha Itsukushima que pertence a cidade de Hiroshima foi o passeio da tarde, pegamos a balsa, aliás para quem tem o JR Pass, o passe cobre este percurso gratuitamente, que dura cerca de 15 a 20 minutos até a ilha.


Durante o percurso vimos cativeiros de criação de ostras.


Primeira coisa quando descemos da estação avistamos os famosos "bambis" que circulam pela ilha, eles andam soltos e não estão nem aí, alguns até avançam nos turistas que estão comendo alguma coisa no momento.

Logo a frente para poder entrar no Torii do Santuário de Itsukushima tem que pagar, ah sim, claro...

Depois mamis rezou e jogou aquela moedinha com furinho de 5 ienes, saravá!

A maré estava baixa, a noite a água do mar chega a entrar, aliás este dia foi um dia após o tufão Melor e o tempo abriu pacas.

Pausa para a foto clássica em frente ao grande Torii.

Depois eu estava curiosa para andar no bondinho e subimos um vilarejo para pegar um ônibus que nos levaria até lá em cima.

Um fato curioso desse bondinho é que é dividido em dois percursos, para subir o preço total é de 1.800 ienes, cerca de 30 reais, e havia uma placa escrita: Ida: 900 ienes, ida+volta: 1.800, pois bem pensamos no seguinte, ah melhor pagar ida e volta porque depois voltar a pé e descer a montanha rolando não dá né? E para nossa surpresa ao terminar o percurso e pegar o bondinho da volta, há um aviso para comprar o ticket da volta, pois não há opção de volta sem ser via bondinho, pultz não entendi nada coisas de japoneses ahahahahah.

Uma coisa que não sabia da minha veioca é que ela se borra toda de medo de altura, faltou muito pouco para melar o banquinho do bondinho, eu não podia nem me mexer, quanto menos tirar fotos, ela entrou em pânico e eu claro me diverti kkkkk

E o bondinho foi subindo, incrível como foi se distanciando e aos poucos dava para enxergar a ilha toda, e a temperatura foi caindo....


Mamis viva, e feliz por ter completado o percurso, no maior estilo DORIANA.

Dizem que há macacos nessa região, mas não vimos nada, aliás já estava um pouco aflita porque este bondinho já era um dos último para voltar, então tiramos umas fotos e visualizamos a linda paisagem e retornamos rapidamente.

Depois ao descer na ilha novamente fiquei precoupada com o último horário da balsa, já era 6 da tarde e todo comércio estava fechando, mas para nosso alívio a última balsa funciona até as 10:30 da noite. É uma pena que tudo fecha tão rápido, não tivemos outra opção senão voltar para o hotel, mas o fim da tarde em Miyajima é lindo demais!

Com certeza um passeio que valeu a pena, incrível como o dia rendeu, depois de Hiroshima, logo pela manhã do dia seguinte pegamos o shinkansen rumo a Kyoto.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Hiroshima

Dando continuidade aos passeios com mami, após Osaka paramos em Hiroshima. Eu tinha um certo receio de conhecer Hiroshima por ter toda aquela história da bomba atomica, e sempre pensava comigo:"Não deve ser um lugar bacana para visitar...", mas o curioso é que todo mundo que vai para lá volta dizendo que foi legal e bláblá ter visitado a cidade.

A primeira coisa que vimos já causou um certo impacto, a Cúpula da Bomba Atômica(A-Bomb Dome), antigo prédio da prefeitura uma das únicas construções que sobraram daquela manhã de 6 de agosto de 1945. E se transformou em um monumento para representar a paz e a partir de 1996 classificado como patrimônio da humanidade.

O silêncio domina o local é bem triste.


É chocante ver o antes e o depois, a cidade sumiu e o que restou da estrutura do edifício.

Mais a frente, o Museu Memorial da Paz de Hiroshima, dentro do museu há muitas peças de roupas e objetos da época, histórias de sobreviventes que sofreram como por exemplo de leucemia e cancer, além da perda de parentes e amigos(200 mil mortos aproximadamente) após o ataque com a radiação da bomba.

Por outro lado é fantástico ver como a cidade se reergueu após quase 65 anos do atentado. A cidade é super arborizada, diziam na época que iria demorar no mínimo mais de 75 anos para a natureza voltar a crescer em Hiroshima. Senti a população de Hiroshima bem receptiva, estão bem mais acostumados com turistas do que em Tóquio por exemplo.

Dentro da cidade há uma espécie de trem de rua, eu não entendi nada, eheheh foi uma confusão pegar esse treco, compramos um ticket que dava direito a 6 trajetos, curiosamente havia um cobrador nesses trens, achei tão bonitinho o tiozinho, ele tinha uma pochete onde guardava o troco e o dinheiro das passagens. Por duas vezes pegamos o sentido contrário, mas na verdade para quem tiver disposição dá para fazer a pé o trajeto da estação de Hiroshima até o Memorial da Paz, e depois até o castelo.

O Castelo de Hiroshima foi reconstruído em 1958, o interior do castelo é utilizado como museu.

No último andar é possível ver uns pontos da cidade de Hiroshima.

Parada para o almoço, degustamos o tradicional Okonomiyaki de Hiroshima.

Uma espécie de super panqueca com ovo, macarrão, repolho, frutos do mar e uma massaroca embaixo, na parte de cima cobertura de molho e maionese.

Depois curiosamente a menina do restaurante trouxe a conta, e adivinhem o que mais?

Um espelhinho e palitos de dente para tirar aqueles benditos verdinhos que estragam as nossas fotos das férias! Aiaiai cada uma... Eu vi a senhora da mesa da frente usando o espelho e depois ela saiu da mesa, eu ia avisá-la que ela estava esquecendo o apetrecho, depois me dei conta que era do restaurante...

Bom este foi o passeio até a hora do almoço na parte da tarde partimos para ilha de Miyajima, mas vou deixar para o próximo post!

sábado, 31 de outubro de 2009

Mais Halloween!

Feliz Halloween a todos! Primeiramente gostaria de pedir mil desculpas pelo sumiço, é que estou preparando as malas literalmente e me desfazendo das coisas para finalmente entregar o apartamento! Ufi, mas vamos que vamos ainda tem bastante coisas para postar principalmente deste mês todo de outubro. Obrigada por todas mensagens de carinho no post anterior do Diogo, fiquei emocionada, e me animei mais ainda a continuar outro blog hehehe.

Bom para não passar em branco o Halloween, postarei fotos que tirei na Universal Studios e Disney, zanzando pra lá e pra cá achei muito massa a criançada entrando no clima e notando que cada vez mais aqui o Halloween virou uma data comemorativa com tudo enfeitadinho! Show!


M E D O:




E para finalizar eu e mamis na Disney, cheia de abóboras nham nham: