segunda-feira, 30 de julho de 2007

Saudades...

Sem inspiracoes para escrever algo engracado, resolvi postar umas fotos do mes de Julho durante a passagem do Di por aqui, foi muuuuuuuito rapido e louco(aproveitamos todos os segundos juntos)! Ontem ele embarcou para SP, eu fiquei triste, alias mto mais do que em janeiro quando vim para ca. Desculpem o baixo astral, mas logo logo isso passara! Bola para frente que o tempo passa! Espero ;D!











3 comentários:

Juliana disse...

Amiga,
com certeza o tempo passa rápido, muita força nessa hora!!!
Tenha a certeza que a saudade será amenizada e o Amor fortalecido.
Bjs

Lele disse...

Luriammmmmmmmmmm
Pense sempre nos bons momentos!!! Tenho certeza que o sentimento é maior.
beijo enorme, saudades idem
Helennnnnnnnnnnnn

Karla disse...

Luria e Dids!
Muita sorte e paciência nessa jornada ! No final dá tudo certo e se não der, é pq não é o final ainda. Adoro vcs !

"Todos nós podemos viver um grande amor, mas para manter acesa a chama de uma paixão é preciso muito mais do que gostar da pessoa que nos conquistou, é preciso confiança, paciência (às vezes até além dos nossos limites), é preciso disciplina e principalmente respeito pela individualidade de cada um.
Um grande amor se baseia no princípio de que os dois se gostam, não basta apenas um querer. Um grande amor nasce simples e permanece pelos tempos como uma grande cumplicidade. Um grande amor reclama tempo de cada um, pouquíssimos são os que se reconhecem através do primeiro olhar, mas, fica dentro de cada um a certeza de que já se conhecem há muito tempo
Um grande amor está disponível para todos e pode ocorrer diversas vezes, mas só o verdadeiro vai resistir a tudo e a todos.
O grande amor não aceita imposições, violência, humilhações, mas suporta dores, distâncias e necessidades
sempre unidos, mesmo que seja apenas pelo coração, o grande amor suporta os momentos difíceis com carinho e compreensão.
Compreensão, essa a palavra chave de um grande amor.
Um grande amor é possível quando não transferimos a responsabilidade de ser feliz para outras mãos, quando preenchemos o nosso amor com a dedicação e o carinho da pessoa amada. Um grande amor é possível quando não criamos expectativas demais, além das possibilidades de nosso par. Quantas vezes sufocamos alguém com a nossa ansiedade, com a nossa expectativa, com nossos sonhos, como se fosse possível alguém viver os nossos sonhos?
Um grande amor nasce do olhar, passa pelo conhecimento, sobrevive com o respeito e se perpetua pelo carinho, pela distância ... pelo tempo ... o verdadeiro amor: NÃO TEM LIMITES, NÃO TEM BARREIRAS E NEM FRONTEIRAS!"