quarta-feira, 30 de setembro de 2009

5 dias - Aqui e ai 4: Caldo Knorr

O produto de hoje é o caldo Knorr, usado no tempero de carnes (não só de carnes, mas como não manjo de receitas...).

Quando vimos este produto no supermercado me lembrou na hora o do Brasil devido a aparência da embalagem.



Mas fui ver no site da Knorr do Brasil e me surpreendi como as embalagens mudaram, estão bem mais bonitas que as do Japão, e descobri também uma diversidade de sabores, na minha época só me lembro do de galinha e do de carne.


Os tradicionais galinha e carne

E os que para mim são novidades: Picanha;

Peito de frango, ervas mais azeite;

Legumes;

Frango assado;

Costela;

Bacon e louro;

Até de bacalhau, aff não tem mais o que inventar, exageraram né?

Outra coisa também que achei interessante e que me deixou curioso é que no Brasil a Knorr é da Unilever e aqui no Japão é da Ajinomoto, pesquisando mais a fundo descobri que a Unilever comprou 50% da Ajinomoto da Asia. Wherever, somente uma observação que talvez interesse a vocês.

11 comentários:

Elisa no blog disse...

Gostei muito do post.
Tinha um caldo Knorr de camarão e frutos do mar que era muito bom para moquecas, mas acabou, que pena, conhecia esse?

Outra empresa que vai comprando todas as outras concorrentes e me dá raiva é a Kraft (americana). Compraram o Bis e mudaram o sabor!
Que ódio, vc reparou? Não podiam mudar o sabor do Bis

bj

Dea アンドレア disse...

Eu já comprei Knorr no hyaku en. Não sei se é assim q escreve rs..,
bjinhos

andreia inoue disse...

eu ja comprei bastante por aqui o caldo knorr,e o legal eh q tem uns sabores q no brasil eu nao via.
abracao.

Gesiane disse...

Ah me lembro quando aqui no Brasil tinha a galinha na caixa tb!!!

Bah disse...

Hmmm me deu até fome de ver esses caldos ai rs... eu tb me surpreendi quando eu vi diversos sabores, mesmo para quem não cozinha como eu rs... aliás tem muita coisa aqui que mudou pra muito melhor e eu achava que no Japão ainda estava em vantagem. a única coisa que ainda não mudaram foram os papéis higiênicos no cestinho arghhh isso tinha que mudar urgente rs....

Kisu!

Leonardo disse...

nem eu q moro aqui no brasil sabia q tinha esse tanto de sabor (detalhe: eu ñ sei nada de cozinha, a unica coisa q eu sei fazer é fazer cafe e fritar ovo...rsrss) depois eu vo quere comer o de bacalhau, deve ser uma delicia
vc já percebeu q ai no japao as coisas são menos doce?
deve ser por isso q os japoneses são magrinhos...rsrs

Kiyomi, a.k.a. Piggy disse...

Diogo, confesso: nao sabia que no Brasil estava tao variado em matéria de caldos.
Quanto ao Bis que era da Lacta, faz tanto tempo que não como, nem lembro mais... Mas quem foi que mandaram tirar o Confeti do mercado????

Abraços!

Sandra Helena* disse...

Já experimentei todos os sabores do Caldo Knorr aqui no Brasil, alguns são bons, outros nem tanto!

Mas a embalagem japonesa deixa muito a desejar...

...espero que o gosto seja aceitável ao paladar brasileiro!

Farofa de Batata =] disse...

Eu uso mtoooo caldo knorr, coloco até no arroz...fica mto bom ^^
Um dos que mais gosto é um edição especial de natal, gostinho de peru...minha mom fez estoque, logo ainda temos aqui, mas logo já é natal agente monta novo estoque hahaha

Boa quinta ^^
Miquilisssss
Bru

Diogo disse...

Valeu Elisa, esse de frutos do mar eu não conhecia não. Pra mim só existia o de galinha e o de carne. E o lance do Bis, eu notei que estava um pouco diferente mesmo, mas acho que já me acostumei.

Até no hyaku en tem Dea, hehe, que bom, então pelo menos eh barato né.

Andreia, por aqui eu só vi o de galinha e o de carne, não cheguei a ver outros sabores.

Pois é Gesiane, na hora eu me lembrei do caldo knorr do Brasil por causa da embalagem.

É Leonardo, vários sabores novos...
já em relação aos doces, não é que são menos doces, digamos que é mais suave, o açúcar é na medida, você come um e dá vontade de comer mais um e mais um e por ai vai... não sei como os japas são magros

Tah vendo Iwa, tem caldo pra tudo quanto é tipo de prato.

Concordo Sandra Helena, está faltando um redesign na embalagem japonesa.

Dicas da Farofa, caldo knorr no arroz, vou tentar um dia depois te falo, hehe, já essa edição especial eu não cheguei a ver, corre que o fim do ano está ai, vai se preparando pr estocar, rs

Abracos a todos

xereta.x disse...

Não se assustem mas na cidade yokkaichi provincia de mie no Japão, à fabrica da Knnor que pertence a Ajinomoto à maioria dos empregados são brasileiros, nesta fábrica o forte é a maionese e a sopa, eu mesmo trabalhei lá durante 4 anos fazendo maionese, abraços.