terça-feira, 10 de novembro de 2009

Hiroshima

Dando continuidade aos passeios com mami, após Osaka paramos em Hiroshima. Eu tinha um certo receio de conhecer Hiroshima por ter toda aquela história da bomba atomica, e sempre pensava comigo:"Não deve ser um lugar bacana para visitar...", mas o curioso é que todo mundo que vai para lá volta dizendo que foi legal e bláblá ter visitado a cidade.

A primeira coisa que vimos já causou um certo impacto, a Cúpula da Bomba Atômica(A-Bomb Dome), antigo prédio da prefeitura uma das únicas construções que sobraram daquela manhã de 6 de agosto de 1945. E se transformou em um monumento para representar a paz e a partir de 1996 classificado como patrimônio da humanidade.

O silêncio domina o local é bem triste.


É chocante ver o antes e o depois, a cidade sumiu e o que restou da estrutura do edifício.

Mais a frente, o Museu Memorial da Paz de Hiroshima, dentro do museu há muitas peças de roupas e objetos da época, histórias de sobreviventes que sofreram como por exemplo de leucemia e cancer, além da perda de parentes e amigos(200 mil mortos aproximadamente) após o ataque com a radiação da bomba.

Por outro lado é fantástico ver como a cidade se reergueu após quase 65 anos do atentado. A cidade é super arborizada, diziam na época que iria demorar no mínimo mais de 75 anos para a natureza voltar a crescer em Hiroshima. Senti a população de Hiroshima bem receptiva, estão bem mais acostumados com turistas do que em Tóquio por exemplo.

Dentro da cidade há uma espécie de trem de rua, eu não entendi nada, eheheh foi uma confusão pegar esse treco, compramos um ticket que dava direito a 6 trajetos, curiosamente havia um cobrador nesses trens, achei tão bonitinho o tiozinho, ele tinha uma pochete onde guardava o troco e o dinheiro das passagens. Por duas vezes pegamos o sentido contrário, mas na verdade para quem tiver disposição dá para fazer a pé o trajeto da estação de Hiroshima até o Memorial da Paz, e depois até o castelo.

O Castelo de Hiroshima foi reconstruído em 1958, o interior do castelo é utilizado como museu.

No último andar é possível ver uns pontos da cidade de Hiroshima.

Parada para o almoço, degustamos o tradicional Okonomiyaki de Hiroshima.

Uma espécie de super panqueca com ovo, macarrão, repolho, frutos do mar e uma massaroca embaixo, na parte de cima cobertura de molho e maionese.

Depois curiosamente a menina do restaurante trouxe a conta, e adivinhem o que mais?

Um espelhinho e palitos de dente para tirar aqueles benditos verdinhos que estragam as nossas fotos das férias! Aiaiai cada uma... Eu vi a senhora da mesa da frente usando o espelho e depois ela saiu da mesa, eu ia avisá-la que ela estava esquecendo o apetrecho, depois me dei conta que era do restaurante...

Bom este foi o passeio até a hora do almoço na parte da tarde partimos para ilha de Miyajima, mas vou deixar para o próximo post!

4 comentários:

Farofa de Batata =] disse...

Luuuuu

Como foi a chegada? acostumando ao fuso? saudades enormes de vc mocinha, e curiosissima pra te conhecer rsrs!!

Esse passeio parece q foi bom hein? Gostei da comidinha massaroca, argh preciso urgente emagrecer cain cain!!!

Tenha uma ótimaaa terça!
Miquilis

Bru

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Hiroshima é muito bonita. Apesar realmente do ar triste.
Lembro que fui no museu e acabei passando mal. Me impressionei com as imagens e relatos...

Incrivel mesmo o reerguimento da cidade. Aliás do Japão como um todo.
Excelente.
Boa semana a vcs.

Bah disse...

Fui 2x à Hiroshima. Adorei o lugar, na verdade me apaixonei por Miyajima mesmo rs... mas aquele museu não sei, passei meio mal, me senti mal e ainda fui sem comer, paguei um mico terrível com meu estômago roncando ahahhaa mto bizarro rs... mas adorei as suas fotos.

No aguardo de Luria na terrinha :)

Kisu!

Luria disse...

Valeu gentemmmm! Vamos combinar um encontro!!!
Beijos!!!!