segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Softbank 830SC

Cá estou eu, mais uma vez para informá-los sobre o novo celular da Samsung, desta vez em parceria com a Emporio Armani, será lançado pela operadora Sofbank agora no mês de setembro.


O modelo Softbank 830SC, inicialmente seria lançado só com menu em japonês, mas voltaram atrás e decidiram que o celular teria menu em inglês, coreano, chinês e português além de japonês é claro.


Apesar da correria que foi este projeto, fiquei contente em mais uma vez ter participado, o menu é um pouco diferente do convencional o que a princípio causa uma certa confusão, mas é só questão de se acostumar.


Com o conceito Night Effect, achei muito moderninho, quando toca, parece que está numa balada, acende luzes em todos os lados, não é nada discreto. Prefiro algo menos chamativo, mas aqui quanto mais chamativo melhor.


Outros celulares Samsung / Softbank com menu em português aqui e aqui.

domingo, 30 de agosto de 2009

Good Design 2009

Está rolando neste fim de semana (28/8 à 30/8) a exposição Good Design Expo 2009, lá no Tokyo Big Sight, em Odaiba.

A Good Design recebe todos os anos vários projetos de designers e empresas e os avaliam em vários aspectos, uma comissão de 70 profissinais da área (designers de produto, arquitetos, editores...) selecionam e julgam os projetos em vários quesitos, claro que deve rolar uma grana preta por trás disto, pois um produto com uma indicação destas vende muito mais no mercado, é muito comum ver produtos à venda com este selo e a pessoas compram mesmo pois sabem (ou acham) que foram analisados, testados e que são bons, com qualidade, ergonomia...

Na exposição em si este ano eu nao irei, mas fui no evento de lançamento da Good Design Expo semana passada e um bar no Tokyo Midtown.

Foi bem bacana, o lugar era pequeno, mas tinha bastante gente da área, empresas de design de produto, bebidas e comidas free, ótimo para fazer contatos e trocar idéias.

Bastante gente ficou sabendo do evendo graças ao Danny Choo, que postou no twitter (follow him, aproveitando follow me and follow luria... rs). Inclusive ele compareceu de Tokyo Trooper, para quem nunca viu pode conferir aqui, aqui ou aqui.


Danny Choo divulgando os produtos de sua empresa





Muita gente esquisita estava lá e que poderiam inclusive participar do "Se você acha que está na moda...", mas oportunidades não vão faltar para este quadro.

No evento o que eu achei mais legal foi o Poken.


Enquanto poucos trocavam cartões de visitas, a maioria chegava com seus pokens, com o formato de uma mão basta encostar em outro poken e se a mao ficar verde é porque houve a troca de dados entre os pokens, depois é só descarregar no computador via USB e armazenar os dados das pessoas.

Exemplo de um dos cartões de visitas virtuais do poken.

sábado, 29 de agosto de 2009

Mac OS X Snow Leopard

Ontem (28/08) foi o lançamento do Mac OS X Snow Leopard.


Não foi aquela mesma febre de quando lançaram o Iphone 3G, mas muitos Macmaníacos correram para garantir o seu.

Havia rumores na internet de que pudesse esgotar logo no primeiro dia. Na dúvida fui garantir o nosso. Uma pequena fila de umas 15 pessoas sai da loja tranquilamente, agora é instalar e testar.
Aqui é muito acessível os produtos da Apple o que me deixa muito feliz.
Não vou ficar falando qual é melhor PC x Mac, pois cada um que usa sabe das vantagens e desvantagens de cada sistema. Tem coisas que acho melhor fazer no Mac e tem coisas que ainda preciso do PC.

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Balas exóticas

Dia desses ganhei um presente de nossa amiga Roseane (uma figura, segundo ela quando vamos no karaoke ela canta e encanta...), voltando ao gift que ganhei, eram 2 caixinhas de bala de caramelo.

Uma sabor cerveja Sapporo e outra sabor Genghis Khan - um churrasco muito comum em Hokkaido (北海度) e muito bom por sinal.



Já as balas, hummmm, uma delícia, de verdade. São bem doces com gosto de caramelo, só que uma tem o cheiro de cerveja e outra cheiro de carne (claro) e depois de comer fica o maior bafão, mesmo escovando os dentes fica arrotando carne e cerveja um tempão.

Vale a experiência. hehehe.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Monte Fuji e Hakone

Aproveitando o feriadão (já foi faz teeeeempo) fechamos um pacote que incluia Monte Fuji e Hakone em um dia bate e volta. Eu especialmente já estava na vontade há tempos de conhecer estes dois lugares, então a excursão caiu como uma luva, e dessa vez escolhemos uma excursão voltada apenas para estrangeiros para evitar maiores confusões heheh.

Apesar do calor, lá em cima no Fujisan(富士山-Monte Fuji) estava uma neblina forte no início demorou para cair a ficha que eu já estava lá, não dava para ver nada.

Nesta época no topo não tem aquele branquinho da neve, paisagem diferente dos típicos cartões postais, estava peladinho o Fujisan....

Entre julho e agosto a galera aproveita para escalar e ver lá de cima o nascer do sol, eu com esse meu físico não tenho a mínima pretensão de subir e fico me imaginando com um piri-pac no meio do caminho, mas quem quiser saber como é subir, dicas e muito mais, tem dois blogs legais que postaram a respeito, o da Karina - Blog meu Japão e Herika - Blog Fragmentos.

Apenas para simbolizar a ida ao Monte Fuji a 2,305m de altura.

Adriana, Rodrigo, eu e Di. E os hóspedes já foram... será que chegaram bem?

Não poderiam faltar as barracas com os quitutes, de lula, polvo, churrasquinho, milho e salsichon. Depois me arrependi de não ter provado a lula e o polvo assado adoro! Mas como ainda era um pouco antes do almoço, não rolou.

Nestas excursões não podemos vacilar, tudo tem um tempo super contadinho! Pegamos o busão novamente rumo a Hakone (2:30h de Tóquio), passamos pelo parque de diversões chamado FUJIQ, considerado um dos mais radicais do mundo.

E finalmente chegamos no Parque Nacional de Hakone, o famoso lago Ashi.

Dizem que em dias claros e com céu limpo dá para ver o Monte Fuji refletido na água, peninha estava nublado e com muita neblina.

Eu assustei com o tamanho do lago não imaginei que era tão extenso, e muito lindo com montanhas em volta, diz a lenda que já houve um dragão que emergiu das profundezas do lago. Ainda bem que neste dia ele permaneceu no fundo mesmo.

No pacote incluia um passeio de barco, o nosso não era chique igual esse da foto, o nosso parecia uma balsa.

De repente no lago um mini-tori(arco vermelho), que lembra Miyajima lá em Hiroshima, será que é uma homenagem?

Depois a balsa parou do outro lado e fomos andar bondinho. Mais uma vez muito nublado eu tive a impressão que estava chegando no além, só enxergava uma névoa branca.


E lá de cima não deu para ver muita coisa, às vezes ventava e conseguíamos enxergar algo, mas como o tempo era curto ficamos pouco tempo lá e resolvemos descer.

Eu vi várias barracas com estes sorvetes e não resisti, experimentei o de sabor pudim, bom demais!

E para encerrar, o nosso simpático guia que com o enGRISH dele encantou a todos, explicando diversos aspectos da cultura japonesa, o dia a dia, a economia, política e os lugares visitados. Super simpático e divertido, durante o caminho nos ensinou alguns origamis.

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Se você acha que está na moda... parte 14

Participação da minha amiga Nathalia no "Se você acha que está na moda..."

"E ae Dids!
Tudo bem? Como está a vida?
Então, vi esta coisinha no trem, não tenho o seu talento paparazzi, mas tudo bem, queria que tivesse aparecido melhor a calça.
Detalhe para a gravatinha borboleta"

--------------------

Hehehe, é, depois da Iwa, a galera anda se arriscando para não deixar passar os momentos bizzaros da moda japa e compartilhar aqui com os leitores, valeu Nathalia, realmente essa roupinha de garçom está demais, mas gostei mesmo foi do tenis prateado.

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Tokyo Tour IV

O destino de hoje foi Ueno.
Parada obrigatória para quem curte um passeio cultural, na saída leste da estação fica localizado o Ueno Park, um lugar muito bonito, imenso, cheio de árvores, um lago, uma fonte, o zoológico, vários templos e museus (Tokyo National Museum, Tokyo Metropolitan Art Museum, The National Museum of Western Art e o National Museum of Nature and Science -> o escolhido pelas visitas, como o tempo era curto só puderam escolher um).







Terminado o passeio cultural fomos para o lado comercial de Ueno.
Mais ao sul, fica a famosa rua Ameyoko, uma verdadeira 25 de março, tudo misturado, uma bagunça só, mas é bom e barato, aliás muito barato, basta ter paciência, pois é muita gente, parece um formigueiro.



Ueno concentra também a maior parte dos homeless-sem teto de Tokyo, mas eles ficam na deles, não precisa se preocupar. Ja passei por Ueno a noite em meio a vários e ficam cada um na sua, nem te olham, não é igual em São Paulo onde todo cuidado é pouco.

Outro lugar que os hóspedes visitaram foi Shinjuku, fomos conferir a noite em um dos bairros mais movimentados.

Shinjuku possui umas das maiores estações de trem de Tokyo, trens para tudo quanto é lugar.
Tem o Skycraper district, com os prédios mais altos da cidade, dependendo da posição é possivel avistar até o Monte Fuji. É permitido subir no observatório do prédio do governo para apreciar a vista sem precisar pagar, porém somente em horário comercial já o Roppongi Hills e a Tokyo Tower é permitido subir à noite mas cobram o acesso.

Em Shinjuku também possui o maior centro comercial, incluindo lojas, escritórios, bares, restaurantes.





Tempura para finalizar

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Tokyo Tour III

O tour de hoje foi longo e cansativo.
Saímos de casa 5 da manhã, chegamos ao Tsukiji super cedo.
O Tokyo Metropolitan Central Whosale Market mais conhecido como Tsukiji (por ficar próximo à estação de Tsukiji na Hibiya Line do Tokyo Metro) é o maior mercado de peixes e frutos do mar do mundo, movimenta milhões de ienes por dia, logo de madrugada, iniciam-se os leilões de maguro (atum) que logo logo serão servidos como sushi e sashimi nos restaurantes da grande metrópole.

Frutos do mar

Atum

O Tsukiji é uma grande atração para os turistas mas para quem trabalha lá todos os dias com certeza se sentem incomodados pois precisam ficar passando com carrinhos motorizados (alguém sabe o nome???) e o povão acaba atrapalhando, assistir ao leilão chegou a ser vetado para os turistas.


Junto com o mercadão de peixes há uma área externa a parte com verduras, frutas, facas e cacarecos, um verdadeiro feirão. Tem até barraquinha vendendo camisetas da Hello Kitty Bigoduda pilotando essa budega.

Pensei em comprar e fazer outro sorteio... hehehe

O Tsukiji cresceu tanto que hoje já não comporta mais o volume de mercadorias e pessoas, devido a isto será transferido em 2013 para um lugar maior em Toyosu. Eis a dúvida continuará sendo o Tsukiji Fish Market ou passará a ser chamado de Toyosu Fish Market? Não pretendo ficar até 2013 no Japão para contar a vocês. rs.

Bom, 7:30 da matina e já que estávamos no mercadão de peixes, porque não comer um sushi?
A galera topou na hora, sushi feito com peixe fresco é muito bom, pena ser tão caro, cada unidade varia de 400 a 600 ienes (R$ 8,00 a R$ 12,00 reais cada um) então deu apenas para forrar a pança.


Saímos do Tsukiji e fomos para Akihabara, chegamos lá um pouco cedo, as lojas ainda não estavam abertas, pit stop num café para tomarmos um café da manhã decente.

Quando deu 9 horas, a caça às ofertas começaram, no dia anterior eles conheceram o Bic Camera, e hoje conheceram o concorrente Yodobashi Camera, o Duty Free Laox, entre várias outras lojas bacanas de Akihabara...

Akihabara tem a maior concentração de lojas eletro-eletrônicos, mangás, animes, também conhecida como Akiba ou Eletric Town, tem de tudo basta fuçar, quanto mais afastado da estação mais barato ficam as coisas, só tomem cuidado pois algumas lojas vendem coisas usadas ou recondicionadas e muitos turistas não entendem, e não percebem que tem um kanji de "usado" escrito na gôndola e acabam comprando o produto achando que é novo mas na verdade não é, e muitas destas lojas não tem garantia.


Abarrotados de coisas tivemos que deixar as sacolas em um coin locker para continuarmos o passeio.
Os coin lockers facilitam a vida, bem que no Brasil poderia ter uns espalhados pela cidade, não somente nos aeroportos e rodoviárias.

Parada para o almoço. O prato escolhido de hoje foi o chinês Tchahan, guioza e yakisoba, eu não estava com muita fome mas pra variar detonei.

Segundo tempo, o destino foi Asakusa, rumo ao famoso templo Senso-ji, visita ao templo tem todo aquele ritual budista que os turistas adoram imitar os japoneses, primeiro lavam as mãos com água da fonte, depois se purificam na fumaça do incenso, entram no templo, jogam a moeda de 5 ienes como oferenda, batem 2 palmas e vão embora. Bom, não sou budista nem estou julgando os costumes, só estou enfatizando o que os turistas fazem imitando os japoneses.

Portal de entrada



Fonte

Pessoas se purificando com a fumaça do incenso

Dentro do templo

Pausa para comprar os omiages (omiagues - lembrancinhas/presentinhos).


Depois fizemos o passeio de barco de Asakusa até Odaiba passando pelo rio Sumida e Tokyo Bay.

Bom Odaiba é um lugar bem bacana e já foi citado aqui. Mas vale reforçar que é uma ilha artificial em Tokyo, inicialmente construída para fins defensivos da marinha, meu amigo japa o Naoyuki me disse que à partir de 1995 é que Odaiba se tornou habitável, portanto quem esteve no Japão há mais de 15 anos provavelmente não deve conhecer esta área.

Algumas fotos de Obaiba.

Réplica da estátua da liberdade

Rainbow Bridge

Fuji Terebi



Gundam pela 2a vez

Fim do dia, mais de 15 horas na rua zanzando, resolvemos ir para casa mais cedo e descansar.